Hillary pode competir tanto quanto desejar, diz Obama

O pré-candidato à Casa Branca disse que sua rival é 'forte e formidável' e demonstrou confiança

Reuters,

29 de março de 2008 | 22h05

O pré-candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, disse neste sábado, 29, que sua rival Hillary Clinton pode permanecer competindo pela vaga na presidência o tempo que quiser e expressou sua confiança de que o Partido Democrata se unirá ao ganhador, apesar da atual competição.   Veja também  Acompanhe a disputa pela indicação dos partidos    Na sexta-feira, a Hillary prometeu permanecer na corrida pela presidência e rejeitou as sugestões de alguns líderes democratas, de modo que o partido possa concentrar-se em derrotar o provável candidato republicano John McCain, nas eleições presidenciais de novembro.   "Minha atitude é de que a senadora Clinton pode competir tanto quanto ela desejar. Seu nome está na votação e ela é uma competidora forte e formidável", afirmou Obama, acrescentando que a sensação de que os democratas estão divididos corrida pela escolha é "de certa forma exagerada"   Hillary continua na disputa contra Obama pelos 2.024 delegados democratas necessários para obter a indicação. Mas ela disse que pode ganhar de Obama e que todos os democratas deveriam ter a oportunidade de votar.   Nas reuniões deste sábado em Indiana e Kentucky, uma multidão se opôs fortemente quando Hillary se referiu às chamadas de que a competição das primárias democratas acabaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.