Efe/arquivo
Efe/arquivo

Indicado de Barack Obama para Saúde desiste do cargo

Tom Daschle estava sendo criticado nos EUA por ter deixado de pagar mais de US$ 128 mil em impostos

Agências internacionais,

03 de fevereiro de 2009 | 16h08

O ex-líder do Senado Tom Daschle, indicado do presidente Barack Obama para assumir a secretaria da Saúda, retirou seu nome da pasta nesta terça-feira, 3, por não querer ser "uma distração" após enfrentar problemas com o fisco. "Nessa manhã, Tom Daschle me pediu para retirar sua nomeação para a secretaria da Saúde", afirmou Obama em comunicado. "Aceitei a decisão com tristeza e pesar."

 

Veja também:

linkO gabinete do presidente eleito 

 

Daschle, escolhido para comandar a reforma do sistema de saúde do país, estava sendo criticado nos EUA por ter deixado de pagar mais de US$ 128 mil em impostos. Este é o segundo membro da administração Obama que deixa seu cargo nesta terça-feira.

 

Pouco antes da desistência de Daschle, Nancy Killefer, responsável por conduzir o esforço em combater os gastos desnecessários, desistiu de integrar a nova administração. Ela também alegou problemas com impostos e disse não querer ser fonte de "distração" para o governo Obama.

 

"Tom cometeu um erro que ele admitiu abertamente. Mas o erro e a sua decisão não podem reduzir as muitas contribuições que Tom fez a este país, desde seus dias de militar a suas décadas no serviço público", disse Obama em comunicado.

 

Daschle, em nota emitida pela Casa Branca, disse que a Secretaria de Saúde e Serviços Sociais precisa de um líder que possa trabalhar "sem transtornos". "Atualmente, eu não sou esse líder, e não serei um transtorno", afirmou ele.

 

O gabinete do novo presidente já enfrentou outro caso de indicado pelo presidente com problemas com taxas. O secretário do Tesouro, Timothy Geithner, foi criticado após sua nomeação por atrasar o pagamento de US$ 34 mil em impostos.

Tudo o que sabemos sobre:
Barack ObamaTom DaschleEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.