Irmão do ex-presidente Kennedy declara apoio a Obama

Senador endossa candidatura do democrata na corrida presidencial com a filha do político assassinado

Reuters,

28 de janeiro de 2008 | 09h32

O senador Edward Kennedy, que carrega um dos sobrenomes mais famosos da política norte-americana e é uma das vozes da liderança liberal no Congresso dos Estados Unidos, irá apoiar nesta segunda-feira a campanha presidencial de Barack Obama, disseram fontes do Partido Democrata.  Veja também:Pesquisa indica empate na FlóridaObama sai fortalecido da Carolina do Sul Artigo de Caroline Kennedy em apoio a ObamaCobertura completa das eleições nos EUAEspecial eleições americanas Kennedy, irmão mais novo do presidente assassinado John F. Kennedy, pretende anunciar o apoio a Obama na American University, em Washington, segundo uma fonte ligada ao senador de Massachusetts. Ele estará acompanhado de sua sobrinha Caroline Kennedy, a filha do ex-presidente Kennedy, que já declarou apoio a Obama. Caroline escreveu no jornal The New York Times de domingo que Obama, senador por Illinois, parece capaz de inspirar as pessoas da mesma forma que seu pai fez meio século atrás. Questionado sobre o possível apoio, Obama disse a repórteres em seu avião de campanha que ele deixaria Kennedy falar. "Eu tenho conversado com Ted desde que entrei nessa disputa...vou deixar Ted Kennedy tornar isso público", afirmou. A família Kennedy está dividida na corrida pela indicação dos democratas à eleição presidencial de novembro. Kathleen Kennedy Townsend, filha do ex-senador Robert F. Kennedy, declarou apoio à senadora Hillary Clinton, principal rival de Obama pela indicação do partido. "Respeito a decisão de Caroline e Teddy, mas fiz uma escolha diferente", disse ela em comunicado. "Apesar de admirar bastante o senador Obama, eu conheço Hillary Clinton há mais de 25 anos e vi em primeira mão como ela consegue resultados. Como mulher, líder e pessoa de convicções fortes, acredito que Hillary Clinton é a melhor escolha possível para presidente."

Tudo o que sabemos sobre:
eleições nos EUABarack Obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.