Mais de 1 milhão já estão em Washington para posse de Obama

São esperadas 2 milhões de pessoas para a cerimônia que oficializará o democrata como 44.º presidente dos EUA

Agências internacionais,

20 de janeiro de 2009 | 14h05

Foto: AP

 

WASHINGTON - Estima-se que mais de um milhão de pessoas já estão no National Mall, em Washington, para a cerimônia de posse do 44.º presidente americano, Barack Obama. São aguardadas mais de 2 milhões no evento - um recorde de público - que oficializará o primeiro comandante-em-chefe negro dos EUA. Às 4h da manhã (horário local, 7h em Brasília), filas se formavam nos estacionamentos do sistema de metrô, que abriu uma hora mais cedo e colocou trens extras pela expectativa de aumento da demanda. Muitos estacionamentos ficaram cheios e tiveram de ser fechados.

 

Veja também:

linkAgenda da posse presidencial de Barack Obama

linkObama faz história e toma posse como 44.º presidente dos EUA

linkCom Obama, EUA podem voltar a crescer em 2010

linkMichelle, a 'mãe-em-chefe' da Casa Branca

linkMãe de Michelle vai morar na Casa Branca

linkObama enfrentará desafios históricos em lua-de-mel curta  

linkPolítica de imigração de Obama esbarrará no desemprego

linkObama pedirá era de responsabilidade em discurso de posse

linkDez lições de Bush para Obama 

linkA vida de Barack Obama em imagens mais imagens

linkImagens da família Obama mais imagens  

 

As ruas ao redor do Capitólio ficaram rapidamente cheias. Às 7h45 (10h45 em Brasília), os termômetros registravam seis graus abaixo de zero. Barracas de aquecimento e outras instalações no National Mall abriram com atraso porque o trânsito e a multidão impediu os funcionários de chegarem ao local.

 

O americano Connie Gran disse que levantou-se às 3h30 (horário local) depois de ter vindo do Alabama com um grupo. Três horas depois ela ainda estava esperando que a polícia abrisse caminho para tentar chegar ao National Mall. Ela disse que não se importa. "Eu me sacrifiquei e vim até aqui. Para mim, isto é histórico. Eu queria estar aqui."

 

Uma atmosfera de mercado de pulgas prevalece nas ruas do centro de Washington, com barracas brancas vendendo camisetas e canecas estampadas com a foto de Obama, bem como comida, água e cachecóis. O cheiro de linguiça grelhada e de comida chinesa é sentido por quem se encaminha para a rota do desfile, mas de seis horas antes de Obama passar pelo local.

 

No metrô, as pessoas já demonstravam bom humor nas primeiras horas do dia. Em Fredericksburg, Virgínia, uma hora ao sul de Washington, os gritos de "Obama! Obama! eram ouvidos numa estação de trem quando a linha começou a funcionar, às 5h, para a primeira viagem a Washington.

Tudo o que sabemos sobre:
Barack ObamaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.