McCain diz que quer ver o homem chegar a Marte

Republicano afirma que dará mais incentivos à Nasa para que agência ganhe a atenção dos americanos

06 de junho de 2008 | 19h07

O candidato republicano à Presidência americana John McCain disse que quer testemunhar uma missão tripulada a Marte, como parte de um "conjunto de prioridades" para que a Nasa ganhe o interesse do grande público, informou a agência France Presse.   Veja também: Campanha de McCain arrecadou US$22 milhões em maio, diz fonte Possíveis candidatos republicanos a vice-presidência Obama diz estar disposto a enfrentar McCain em debates Obama x McCain  Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA    McCain afirmou que ao chegar na Casa Branca estará "disposto a disponibilizar mais dólares dos contribuintes" para continuar com o programa da agência espacial americana, que será finalizado em 2010, mas apontou que a Nasa deve fazer um trabalho melhor para ganhar as atenções dos americanos.   O senador republicano disse em um evento na Flórida na quinta-feira, 5, que um de seus livros favoritos quando era criança era Crônicas Marcianas, de Ray Bradbury - um romance sobre a colonização humana em Marte.   "Me intriga ver um homem em Marte. Creio que isso despertaria a imaginação dos americanos se pudermos descer lá", acrescentou. "Vamos nos unir neste projeto. Acredito que os americanos queiram fazer isso", concluiu.   A meta da Nasa para levar uma missão tripulada a Marte é para o ano 2037. Mas antes a agência planeja colonizar a Lua, a partir de 2020, para usá-la como base para enviar humanos ao resto do sistema solar, começando pelo intrigante planeta vermelho.

Mais conteúdo sobre:
John McCaineleições nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.