Obama abre 10 pontos de vantagem sobre Hillary, diz pesquisa

É a primeira vez desde fevereiro que um pré-candidato democrata consegue dois dígitos de vantagem

31 de março de 2008 | 16h14

O pré-candidato democrata à Presidência americana Barack Obama abriu dez pontos de vantagem sobre a senadora Hillary Clinton, segundo uma pesquisa do instituto Gallup, divulgada pela rede CNN nesta segunda-feira, 31. Esta é a primeira vez desde fevereiro que um pré-candidato democrata consegue dois dígitos de vantagem, quando Hillary liderava por 11 pontos, informou a CNN.  Veja também:Arrecadação eleitoral dos EUA supera PIBs africanos Hillary critica Obama por ligação com pastor de polêmica racistaConfira a disputa em cada Estado Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA   Uma pesquisa divulgada na semana passada, pelo instituto Pew Poll, também confirmou que a ligação de Obama com o controverso reverendo Wright e sua saída da campanha não afetou a popularidade do senador. Apesar da pressão interna do Partido Democrata, Hillary diz que a disputa ainda não terminará até que todos os votos sejam contados.  "Eu penso que todas as pessoas sabem o quanto é importante que todos sejam ouvidos e que seus votos sejam contabilizados", disse a senadora por Nova York. "Sei que há pessoas que querem acabar com isso o mais rápido possível, mas acho que estão errados. Não pretendo retirar minha candidatura até terminar o que comecei, até ver o que acontece nas dez primárias que ainda faltam ser realizadas e até a solução do problema da Flórida e de Michigan", acrescentou a pré-candidata. Em resposta, Obama disse que Hillary "pode competir o quanto desejar". "Seu nome está na votação e ela é uma competidora forte e formidável", afirmou o senador, acrescentando que a sensação de que os democratas estão divididos corrida pela escolha é "de certa forma exagerada." Aguardando as importantes prévias da Pensilvânia, que acontece em 22 de abril, Hillary mantém 12 pontos de vantagem no Estado, de acordo com a última pesquisa da CNN, divulgada no começo do mês. Os dois candidatos continuam em campanha na Pensilvânia nesta segunda-feira, buscando o voto dos 158 delegados do Estado. Na contagem nacional de delegados para a Convenção de agosto, Obama está à frente de Hillary, com uma vantagem de mais de 100 delegados conquistados em primárias e 'caucuses' desde janeiro. Nenhum dos dois, no entanto, está perto dos 2.024 delegados necessários para conseguir a indicação Democrata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.