Obama dança tango em jantar de gala na Argentina

Presidente americano mostrou habilidade na dança

Rodrigo Cavalheiro - Correspondente em Buenos Aires, O Estado de S. Paulo

23 de março de 2016 | 23h04

O presidente dos EUA, Barack Obama, mostrou habilidades que vão além da política na noite desta quarta-feira, 23, em Buenos Aires. O americano dançou tango durante 44 segundos com uma bailarina profissional. Foi na recepção oferecida pelo presidente argentino, Mauricio Macri, no Centro Cultural Kirchner.

O tema escolhido para a exibição dos passos presidenciais foi Por Una Cabeza, um dos mais conhecidos de Carlos Gardel. 

Inicialmente, Obama reluta em quebrar o protocolo. Quando finalmente aceita o convite de Mora Godoy, ícone do baile argentino que havia terminado sua apresentação, todos na mesa presidencial aplaudem incrédulos. Michelle Obama também. 

Quando o americano dá os primeiros passos, o parceiro de Mora convida a primeira-dama americana para acompanhá-lo. Conhecida pelo molejo aos som de músicas mais contemporâneas, Michelle diverte-se por 30 segundos. A primeira-dama, sobre a qual recai forte suspeita de ser ciumenta, é cumprimentada efusivamente por Mora ao fim da exibição conjunta. Ambas se abraçam.

Obama não foi submetido a experiências típicas argentinas apenas na hora do tango. No jantar, foram servidos cordeiro patagônico, vinho de Mendoza e sobremesa de doce de leite. Obama deixa a Argentina nesta quinta-feira, 24, depois de visitar Bariloche.

O líder americano é mais conhecido pelo seu gingado em incursões esportivas, sobretudo no golfe e no basquetebol. Ele tem sofrido críticas por não saber muito de beisebol, mas dar palpites como se entendesse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.