Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Yvette Vela/The Brownsville Herald/AP
Yvette Vela/The Brownsville Herald/AP

Obama declara situação de desastre no Texas

Fortes tempestades e inundações provocaram a morte de pelo menos 21 pessoas

EFE

30 de maio de 2015 | 11h11

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou nesta sexta-feira, 29, uma declaração de situação de grande desastre no Texas por causa das fortes tempestades e grandes inundações nos últimos dias, que provocaram a morte de pelo menos 21 pessoas no estado.

Em comunicado, a Casa Branca informou sobre a declaração de Obama, que envolve o envio de ajuda federal para complementar o auxílio que já vem sendo prestado pelo estado, municípios e reservas de nativos americanos.

Desde o início de maio, especialmente durante os últimos cinco dias, tempestades, tornados e fortes ventos atingiram a região sul dos Estados Unidos, o que causou grandes inundações, que deixaram cidades como Houston, a quarta maior do país, totalmente alagadas por alguns dias. 

A declaração de Obama responde ao pedido do governador do Texas, o republicano Greg Abbott Republicano, e coloca fundos federais à disposição para as pessoas afetadas nos condados de Harris, Hays e Van Zandt. 

A ajuda ainda inclui subsídios para alojamento temporário e reparos de casas, empréstimos a baixo custo para cobrir perdas de propriedades não seguradas e "outros programas para ajudar os moradores e proprietários de negócios a recuperarem dos efeitos dos desastres". 

A tempestade e as inundações deixaram pelo menos 21 mortos no Texas, seis em Oklahoma e 14 no norte do México, além de terem forçado muitas pessoas a deixarem suas casas. 

Tudo o que sabemos sobre:
texasobama

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.