Max Rossi/Reuters
Max Rossi/Reuters

Papa pede que Trump se preocupe com pobres e seja guiado por valores éticos

Em 2016, ao ser questionado sobre as opiniões de Trump sobre a imigração e sua intenção de construir um muro na fronteira com o México, o papa disse que um homem com essas opiniões "não é cristão"

Reuters

21 Janeiro 2017 | 08h12

 CIDADE DO VATICANO - O papa Francisco fez um apelo ao novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que tomou posse nesta sexta-feira, 20, para que seja guiado por valores éticos, dizendo que Trump deve cuidar dos pobres e dos marginalizados durante seu governo.

"Rezo para que suas decisões sejam guiadas pelos ricos valores espirituais e éticos que moldaram a história do povo americano e o compromisso de sua nação com o avanço da dignidade humana e da liberdade em todo o mundo", disse Francisco em uma mensagem enviada a Trump, minutos depois da posse.

"Sob sua liderança, a estatura da América possa continuar a ser medida sobretudo pela sua preocupação com os pobres, os marginalizados e os necessitados", afirmou o papa.

No ano passado, ao ser questionado sobre as opiniões de Trump sobre a imigração e sua intenção de construir um muro na fronteira com o México, o papa disse que um homem com essas opiniões "não é cristão".

Trump respondeu, chamando os comentários do papa de "vergonhosos".

(Reportagem de Crispian Balmer)

 

Mais conteúdo sobre:
Donald TrumpMéxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.