Para Hamas, Obama não representa mudança

Porta-voz do grupo islâmico afirma que posições do novo presidente o levará aos mesmos erros de Bush

Associated Press,

22 de janeiro de 2009 | 19h43

O grupo islâmico Hamas declarou nesta quinta-feira, 22, que a posição do presidente americano Barack Obama sobre os palestinos não representa mudança e levará aos mesmos erros de seu predecessor, George W. Bush.

 

Veja também:

linkObama nomeia enviado para o Oriente Médio

linkHillary promete nova era na política externa dos EUA

linkObama ordena o fechamento de Guantánamo em 1 ano

linkCom Obama, surge a Casa Branca 2.0

linkCobertura especial da posse no blog

linkÍntegra do discurso de posse de Obama

linkO que você achou das roupas de Michelle? forum

linkTV Estadão: Celso Lafer fala sobre a posse 

linkVeja galeria de fotos da festa mais imagens

linkA vida de Barack Obama em imagens mais imagens

linkImagens da família Obama mais imagens  

 

Os comentários foram feitos pelo porta-voz do grupo em Beirute Osama Hamdan, no mesmo dia em que o novo chefe de Estado fez seus primeiros comentários públicos sobre a crise no Oriente Médio desde a posse.

 

Hamdan afirmou à emissora Al Jazeera que espera que Obama experimente o fracasso na região nos próximos quatro anos se continuar em suas posições atuais.

 

Obama disse nesta quinta-feira que Hamas deve deixar de lançar foguetes contra Israel, enquanto o Estado judeu "deve terminar a retirada de suas forças de Gaza."

Tudo o que sabemos sobre:
Barack ObamaHamasGaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.