Paris Hilton sugere que Palin mostre mais o corpo nas eleições

Depois de ironizar McCain em vídeo, milionária diz que candidata a vice não deve guardar o próprio corpo para si

Efe,

10 de outubro de 2008 | 13h47

A milionária Paris Hilton sugeriu à candidata republicana à Vice-Presidência dos Estados Unidos, Sarah Palin, que explore mais o corpo na campanha presidencial, vestindo biquínis em suas aparições públicas, por exemplo, em vez dos tradicionais tailleurs. Paris, de 27 anos, aparece na edição de novembro da revista Harper's Bazaar com sua particular campanha presidencial irônica, que teve início em resposta a um anúncio eleitoral do senador republicano John McCain, no qual sua imagem foi usada para atacar o democrata Barack Obama.   Veja também: Paris diz em vídeo que está 'pronta para governar' Madonna veta Sarah Palin em show Obama x McCain  Entenda o processo eleitoral   Cobertura completa das eleições nos EUA   De acordo com os primeiros trechos da entrevista, disponíveis no site da publicação, a atriz dá alguns conselhos à governadora do Alasca. "Meu conselho a Sarah Palin é, você tem um corpo bonito; não guarde-o para si mesma. Por que usar um tailleur quando você pode usar um biquíni?", ironiza Paris. Ao descrever seu estilo presidencial, a milionária prometeu que dará apoio às forças de trabalho americanas vestindo somente roupas de estilistas do país: "Calvin Klein entre o Dia da Memória (Memorial Day) e o Dia do Trabalho, Donna Karan no resto do ano".   "A menos que eu acorde e o dia implore para que eu coloque um biquíni por meus companheiros americanos. O país em primeiro lugar", brinca Paris, usando o mesmo slogan do candidato republicano. A entrevista de Paris é acompanhada de uma reportagem fotográfica em diferentes cenários de uma Casa Branca pintada de rosa, em seu hipotético papel de presidente dos Estados Unidos. Além disso, a milionária disse que substituiria o gabinete de conselheiros da residência presidencial por um gigantesco armário com todo tipo de assessores, entre eles o físico Stephen Hawking, a cantora Madonna "e, é claro, Sininho".   Quanto aos convidados que permitiria dormir no quarto Lincoln da Casa Branca, disse que deixará "o quarto aberto para pessoas para as quais ficou muito tarde para dirigir depois de participarem de uma de minhas 'after parties'". O site FunnyorDie.com anunciou, no início de agosto, que quatro milhões de pessoas visitaram o vídeo no qual a multimilionária se candidata à Casa Branca e ironizava a idade de McCain.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.