Político indiano faz 11 dias de orações para vitória de Obama

Congressista organiza cerimônia e diz que enviará estátua de divindade para ajudar na vitória do democrata

Da Redação,

25 de junho de 2008 | 15h37

Brij Mohan Bhama, um dos líderes do Partido do Congresso Nacional Indiano, organizou uma cerimônia de 11 dias de orações para a vitória do candidato democrata Barack Obama nas eleições presidenciais dos Estados Unidos. Bhama enviará ainda uma estátua de 15 quilos de latão, banhado a ouro, da divindade Hanuman para ajudar o democrata, informou o jornal indiano The Hindu nesta quarta-feira, 25.   Veja também: Obama x McCain  Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA    A idéia de enviar o ídolo a Obama surgiu após colegas americanos terem dito ao congressista que um "importante político americano levava uma miniatura de Hanuman no bolso para atrair sorte", explicou Bhama no primeiro dia da cerimônia, na terça-feira. "Depois de ouvir isso, decidi enviar a Obama uma versão maior, folheada a ouro, com os votos de centenas de seus apoiadores deste país", acrescentou, segundo o jornal.   O primeiro dia da cerimônia, chamada pranapratishta, ou infusão da vida divina em um ídolo, foi realizado por dezenas de sacerdotes, que recitavam mantras. De acordo com The Hindu, o evento foi acompanhado pela presidente dos Democratas no Exterior da Índia, Carolyn Sauvage, que ficou na cerimônia por uma hora.   Junto com o ídolo, será mandado ao candidato democrata uma cópia do Hanuman Chalisa, uma compilação de hinos para a divindade. "Nós iremos assegurar que Obama receba o ídolo em 24 de agosto, um dia antes a Convenção Nacional Democrata em Denver, Colorado", afirmou Bhama ao jornal.

Mais conteúdo sobre:
Barack Obamaeleições nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.