Praia de Barcelona terá retrato de 10 mil m² de Obama

Escultura em alto relevo terá 482 toneladas de areia; artista cubano diz que obra é 'reflexo global' das eleições

BBC Brasil, BBC

30 de outubro de 2008 | 19h44

A imagem do candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, estará em uma praia de Barcelona na próxima semana. Uma escultura de 10 mil metros quadrados do rosto do senador será exibida em frente ao Mar Mediterrâneo.   Veja também:  Enquete: Você votaria em McCain ou Obama?  Confira os números das pesquisas nos Estados  Obama x McCain  Entenda o processo eleitoral   Cobertura completa das eleições nos EUA   Foto: BBC   O projeto do artista plástico cubano (exilado nos Estados Unidos) Jorge Rodríguez Gerada se chama Expectation. Segundo o autor, a obra não faz parte da propaganda eleitoral de Obama, é apenas um reflexo do impacto global das eleições americanas. Gerada diz que a idéia é "um jogo artístico."   A assessoria de imprensa da Prefeitura de Barcelona, que está ajudando na organização do evento, informou que a intenção é que o retrato seja fotografado pelo satélite do Google Earth e que os aviões que sobrevoem o aeroporto do Prat, em Barcelona, passem por cima da obra.   A escultura, um retrato em alto relevo, terá 482 toneladas de areia e serragem em tons de marrom, branco e preto. O retrato ficará a céu aberto por poucos dias nas instalações do Fórum de Barcelona, um centro público de convenções, que cedeu o espaço gratuitamente ao artista.   Ícone   Na apresentação à imprensa, Gerada (que mora em Nova York) admitiu que simpatiza com Obama, mas afirmou que pretende mostrar com Expectation o ícone em que o candidato se transformou. "Ganhe ou perca as eleições, Obama despertou uma grande expectativa de mudança, que se contrapõe a décadas de desilusão com o poder político", disse o artista. "Quero chamar a atenção para o fato de que, se estamos procurando um herói, é porque realmente estamos mal", acrescentou.   O retrato em areia custará 15 mil euros apenas para o material, transporte e segurança. O artista conseguiu apoio de empresas privadas e da Prefeitura de Barcelona, que não deu dinheiro, mas ofereceu espaços grátis. Para a mão-de-obra, Gerada vem pedindo ajuda voluntária de estudantes de arte para que tudo fique pronto durante o fim de semana e esteja visível na próxima terça-feira.   O escultor, acostumado a obras efêmeras de carvão e areia, disse que não sabe quanto pode durar seu retrato de Obama na praia porque isso vai depender do clima (vento e chuva). Gerada admite que muita gente pode questionar a importância de mostrar um candidato americano em um litoral mediterrâneo, a milhares de quilômetros de distância dos Estados Unidos.   "Acreditamos em um mundo global. O que acontece em qualquer lugar do planeta nos afeta a todos", defende o artista. "Não dá para ser indiferente, e nosso direito é manifestar nossa opinião", conclui.   BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
Barack Obamaeleições nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.