Divulgação/Coca-Cola
Divulgação/Coca-Cola

Presidente da Coca-Cola critica política de Trump contra imigrantes

Descendente de turcos, Muhtar Kent disse que companhia respeita pessoas de qualquer origem

O Estado de S.Paulo

31 Janeiro 2017 | 01h34

NOVA YORK - O presidente da Coca-Cola, Muhtar Kent, se uniu a outros executivos que se opuseram à ordem executiva do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que proíbe a entrada de imigrantes de sete países de maioria muçulmana.

Kent, que é turco-americano, disse que a empresa "é resoluta em seu comprometimento com a diversidade, justiça e inclusão, e não vamos apoiar sua proibição ou qualquer política que seja contrária aos nossos valores e crenças". 

"Como uma companhia americana que tem operações em mais de 200 países, nós respeitamos pessoas de qualquer origem", disse o executivo em um e-mail, acrescentando que a empresa ainda avalia os possíveis efeitos da proibição em seu quadro de funcionários. 

Kent nasceu em Nova York, é filho de um diplomata turco. Ele e viveu na Índia, na Tailândia, no Irã e na Turquia. /DOW JONES NEWSWIRES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.