Primárias de New Hampshire atraem ondas de eleitores

Pelos democratas, Obama busca segunda vitória; do lado republicano, McCain e Romney duelam por liderança

Associated Press,

08 de janeiro de 2008 | 18h43

Ondas de eleitores compareceram às urnas nesta terça-feira, 8, em New Hampshire para decidir uma importante etapa do processo de escolha do próximo presidente dos EUA.  Veja também:Obama e McCain ampliam vantagem Eleitores dão início à primária de New HampshireDerrota pode enterrar pretensão de HillaryMcCain aposta em New Hampshire Patrícia: o príncipe e a desolação branca Cobertura completa das eleições nos EUA Conheça os pré-candidatos   No lado republicano, John McCain e Mitt Romney duelam pela liderança. Já entre os democratas, Barack Obama busca uma segunda vitória sobre seus principais rivais: Hillary Clinton e John Edwards. Nas primárias de New Hampshire, diferentemente das de Iowa, grande parte dos eleitores são independentes, isto é, não são registrados nem como republicanos nem como democratas. Em Iowa, Obama causou forte impressão entre esses eleitores. "Hoje vocês podem escutar vocês mesmos e insistir na necessidade de mudança", exclamou Obama diante de uma multidão nesta terça na universidade Dartmouth College. Obama, que se for eleito será o primeiro presidente negro dos EUA, fez referência à sua expressiva vitória em Iowa, "um estado que, segundo os especialistas, não foi desenhado para mim, não há muita gente que se pareça comigo em Iowa". As primária de New Hampshire podem tornar Obama o favorito entre os pré-candidatos democratas. Já entre os republicanos, a votação pode eliminar McCain ou Romney, que protagonizam uma dura batalha.  Pelos republicanos, Huckabee ganhou as primárias de Iowa, mas, assim como ex-senador de Tenesí, Fred Thompson, optou por dar menos importância a New Hampshire e concentrar-se nos estados que realizarão suas primárias depois.

Tudo o que sabemos sobre:
New Hampshireeleições EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.