Quatro são presos por suposto plano para matar Obama, diz TV

Segundo TV CBS4, quarteto planejava atentar contra candidato democrata na quinta-feira em Denver

Efe,

26 de agosto de 2008 | 02h02

Quatro pessoas foram detidas em Denver e a polícia está investigando se estavam planejando tentar assassinar Barack Obama, informaram os meios de comunicação locais que citaram fontes policiais. Veja também:Michelle Obama reforça valores americanos do maridoOvacionado, Ted Kennedy discursa na ConvençãoImagens da Convenção Democrata Obama x McCainConheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA  A televisão local KCNC-TV-CBS4 de Denver disse que a polícia deteve nas últimas horas quatro pessoas, entre elas uma mulher, que estavam em posse de dois rifles de alto calibre com lunetas telescópicas, roupa de camuflagem e drogas. As detenções aconteceram depois que a polícia parou uma caminhonete em uma localidade rural do Colorado. A emissora de televisão acrescentou que a suposta tentativa de assassinato de Obama estava prevista para quinta-feira, quando o senador democrata deve aceitar em Denver a candidatura de seu partido à Presidência dos Estados Unidos. Segundo a CBS4, um dos suspeitos declarou à Polícia que "iam matar Obama de um ponto elevado utilizando uma espingarda", a uma distância de 685 metros. A primeira detenção aconteceu na manhã do domingo na cidadezinha de Aurora, no estado do Colorado. A informação facilitada pela emissora diz que Tharin Gartrell, 28 anos, foi detido por dirigir de forma perigosa. No interior de sua caminhonete, a polícia encontrou as armas, drogas, rádios, um colete à prova de balas, matrículas e carteiras de motorista. A CBS4 disse que o procurador-geral de Denver deve dar uma entrevista coletiva na tarde da quinta-feira sobre o caso.

Tudo o que sabemos sobre:
Barack Obamaeleições nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.