AP
AP

Senado dos EUA aprova Eric Holder como secretário da Justiça

Com 17 votos a favor e dois contra, ex-servidor de Bill Clinton se torna o primeiro negro a ocupar o cargo

Agências internacionais,

28 de janeiro de 2009 | 14h46

O Comitê Judicial do Senado dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira, 28, a nomeação de Eric Holder como próximo secretário de Justiça. Holder recebeu o sinal verde do Senado com 17 votos a favor e dois contra. Com isso, ele se torna o primeiro negro a ocupar o posto de procurador-geral dos EUA.

 

Veja também:

Taleban aplaude decisão de Obama de fechar Guantánamo

 

O republicano John Cornyn foi um dos que votaram contra a nomeação. Ele criticou o papel de Holder em controversas concessões de perdão e questionou se ele protegeria agentes de inteligência americanos envolvidos em duros interrogatórios, considerados por Holder "tortura."

 

Durante sua audiência de confirmação no Comitê do Senado, o indicado do presidente Barack Obama afirmou que "a asfixia simulada" praticada em interrogatórios durante o governo Bush pode ser considerada tortura e prometeu bani-la.

 

A asfixia simulada é uma técnica que consiste em jogar água no rosto do prisioneiro, que ao inalá-la tem a sensação de que vai se afogar. Durante seu governo, Bush disse repetidamente que os Estados Unidos "não torturam", mas não definiu o que constitui tortura.

 

Holder foi um dos primeiros políticos a apoiar a candidatura de Obama à Presidência e auxiliou na escolha de Joe Biden como vice em sua chapa. O novo secretário já havia servido como subprocurador-geral durante o governo Bill Clinton e atualmente trabalha em um escritório de advocacia.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAEric HolderBarack Obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.