Stevie Wonder pede apoio a Barack Obama durante show

Cantor diz que senador é o único que pode unir a América, mas ressalta que nao é contra Hillary Clinton

Jotabê Medeiros, de O Estado de S. Paulo,

03 de maio de 2008 | 14h36

O cantor, compositor e pianista Stevie Wonder, um dos maiores nomes da musica negra americana, aproveitou seu show no Festival de Jazz de New Orleans para declarar seu apoio ao pré-candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Barack Obama.   Veja também: Marreca ganha ingresso vip em festival de jazz nos EUA Confira a disputa em cada Estado Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA    "Façam a coisa certa por nós, pela America, porque, sim, nos podemos", disse Wonder, citando o slogan da campanha obamista ("Yes, we can"). Ele se apresentou ao lado da filha, Aisha, uma de suas cantoras de apoio, e fez um cortante discurso sobre a necessidade de o seu pais se unir contra um mal comum, o governo de George W. Bush.   "Estou me alinhando com Barack Obama. Não estou dizendo isso contra essa ou aquela pessoa, mas por nossa nação", ele afirmou, referindo-se a pré-candidata também democrata Hillary Clinton. Ele disse que gostaria que sua terra fosse conhecida não mais por Estados Unidos da América, mas por "Povo Unido da América".   O cantor disse que todos, negros, mulatos, brancos, amarelos, estão unidos pelo "amor de Deus", e que as divisões não fazem sentido. Ele foi bastante aplaudido pelo público ao pedir um minuto de silêncio em memória das vitimas do Furacão Katrina. O publico lotou o maior palco do festival para ver o cantor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.