Tanto Obama quanto Hillary derrotariam McCain, diz pesquisa

O estudo revela um aumento do apoio aos democratas desde fevereiro

Efe

10 de maio de 2008 | 14h53

Tanto Barack Obama quanto Hillary Clinton, que disputam a candidatura democrata à Casa Branca, derrotariam o republicano John McCain se as eleições gerais nos Estados Unidos acontecessem agora, segundo uma pesquisa divulgada neste sábado, 10.   O estudo, elaborado pelo jornal Los Angeles Times e pala agência Bloomberg, revela um aumento do apoio aos democratas desde fevereiro, quando uma enquete semelhante colocava sua vantagem dentro da margem de erro.   Segundo a nova pesquisa, Obama receberia 46% dos votos se enfrentasse neste momento McCain, que ganharia 40%. Os outros entrevistados declararam não ter decidido ou não quiseram responder.   A vantagem de Clinton seria maior, ao obter 47% dos votos, frente aos 38% de McCain.   "Embora tenha havido muita luta entre os dois candidatos democratas, os resultados indicam que os dois democratas ganhariam McCain e isso se deve à fraqueza da economia", disse Susan Pinkus, a diretora de pesquisas do jornal de Los Angeles.   Os entrevistados deram ao republicano a pior nota entre os três políticos quando avaliaram quem dirigiria melhor a economia do país.   Esse resultado é um grande golpe para McCain, pois a economia é o tema que os entrevistados citaram como o mais importante no momento de votar, sem importar o partido ao qual pertencem, nível de renda ou sexo. Hilarry ganhou Obama nessa parte.   O estudo foi realizado com 1.208 adultos em todo o país antes da terça-feira, quando ocorreram as primárias de Indiana e da Carolina do Norte.   Obama venceu amplamente na Carolina do Norte e perdeu por uma margem muito estreita em Indiana, o que fez com que muitos analistas o considerassem como futuro vencedor do processo de primárias do Partido Democrata.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.