The New York Times anuncia apoio a Barack Obama

Nas primárias democratas, jornal anunciou seu respaldo à senadora por Nova York Hillary Clinton

Efe,

24 de outubro de 2008 | 02h17

O jornal The New York Times anunciou na quinta-feira, 24, seu apoio à candidatura presidencial do democrata Barack Obama, em artigo publicado em sua versão digital. Além de aumentar sua popularidade e apoio a menos de duas semanas da eleição, o senador não só lidera as pesquisas como está conseguindo o respaldo dos principais veículos de comunicação dos EUA. Depois do jornal Washington Post, o diário nova-iorquino afirmou que é a escolha certa para o país, e considera ainda que o candidato "cresceu como líder e transformou em reais suas promessas de esperança e mudança".   Veja também: Obama chega ao Havaí para visitar avó doente Palin depõe em inquérito sobre abuso de poder nesta sexta Obama e McCain devem arrecadar mais de US$ 1 bilhão Enquete: Você votaria em McCain ou Obama?  Confira os números das pesquisas nos Estados  Obama x McCain  Entenda o processo eleitoral   Cobertura completa das eleições nos EUA   Durante a disputa das primárias democratas, o NYT tinha anunciado seu respaldo à senadora por Nova York Hillary Clinton, que foi rival de Obama na luta pela candidatura do partido para as eleições de 4 de novembro. "(Obama) atraiu legiões de novos eleitores com poderosas mensagens de esperança, e também com pedidos de sacrifício partilhado e de responsabilidade social", assinalou.   O New York Times acrescentou que o candidato democrata mostrou durante a campanha ter uma mente fria e um julgamento sensato. "Acreditamos que ele tem a vontade e a capacidade de forjar um amplo consenso político que é essencial para encontrar soluções para os problemas deste país", acrescentou.   Nas eleições de 2000 e 2004, o New York Times apoiou as candidaturas democratas de Al Gore e John Kerry. Outros jornais importantes dos Estados Unidos anunciaram seu respaldo a Obama, como o Los Angeles Times, o Chicago Tribune e o Washington Post.   Ex-assessor de Bush   O ex-porta-voz da Casa Branca Scott McClellan, que fez parte do governo de George W. Bush, anunciou seu apoio ao candidato democrata. "Desde o começo disse que apoiaria o candidato que tivesse mais possibilidades de mudar a forma como Washington funciona (...) por isso votarei em Obama", afirmou o ex-porta-voz em entrevista à CNN que será transmitida no próximo fim de semana.   McClellan é o segundo ex-membro da equipe da Casa Branca durante o governo republicano de Bush que anuncia seu apoio ao candidato democrata. No domingo, o ex-secretário de Estado Colin Powell anunciou seu apoio ao senador por Illinois, após criticar a estratégia do candidato republicano, John McCain, e a escolha da governadora do Alasca, Sarah Palin, como sua companheira de chapa.   No início deste ano, McClellan publicou o livro What Happened: Inside the Bush White House and Washington's Culture of Deception (O Que Aconteceu: Dentro da Casa Branca de Bush e a Cultura de Enganos de Washington, em tradução livre), no qual manifestou sua decepção pela gestão do atual presidente. Nessa ocasião, deixou aberta a possibilidade de anunciar seu apoio a Obama, ao assinalar que sua decisão seria baseada em quem tivesse uma campanha mais positiva.   Matéria atualizada às 7h20.

Tudo o que sabemos sobre:
Barack ObamaJohn McCaineleições EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.