Andrew DeMillo/AP
Andrew DeMillo/AP

Tiroteio deixa 17 feridos em boate; não há suspeita de terrorismo

Caso ocorre após uma semana de outros tiroteios na cidade, mas autoridades não confirmam relação entre os fatos

O Estado de S.Paulo

01 Julho 2017 | 10h08

A polícia da cidade norte-americana de Little Rock, no Estado de Arkansas, sul dos EUA, está investigando um tiroteio na boate Power Ultra Lounge. O incidente, que deixou 17 pessoas feridas, não é tratado como terrorismo por enquanto. O quarteirão está bloqueado pela polícia, e ainda não há detidos.

O chefe do departamento de polícia da cidade, Kenton Buckner, disse a redes de televisão locais que o tiroteio parece ter ocorrido "na sequência de algum tipo de disputa entre pessoas no recinto". A polícia informou que todos os 17 feridos estão bem e que o caso mais sério já apresentou melhoras, passando de um estado crítico para estável. 

O tiroteio aconteceu na madrugada desde sábado, 1º de julho, após uma semana de outras trocas de tiro em Little Rock, mas ainda não se confirma relação entre os episódios.

O perfil da boate no Facebook informa a programação da noite por meio de uma foto em que um homem aparece usando um objeto que parece uma arma.

Rada Bunch é mãe de uma das pessoas que estaria na festa na hora do tiroteiro, mas ela ainda não tem certeza. "Estou cansada de toda a matança e tiroterios", disse.

As autoridades reforçaram o entendimento de que "não acreditam que o episódio seja relacionado a um atirador ou terrorismo". / Associated Press

Mais conteúdo sobre:
Estados Unidos Associated Press

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.