Andrew Harnik / AP
Andrew Harnik / AP

Trump visita Pearl Harbor antes de embarcar para Ásia

Presidente homenageou vítimas do ataque que marcou entrada dos EUA na 2ª Guerra Mundial; agenda comercial e Coreia do Norte devem dominar agenda

O Estado de S.Paulo

04 Novembro 2017 | 09h28

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a primeira-dama, Melania Trump, realizaram uma visita solene à base naval de Pearl Harbor, antes de partir para a viagem de 12 dias pela Ásia. A comitiva presidencial chegou a Honolulu, ilha do arquipélago do Havaí, no fim da sexta-feira, 3 de novembro.

Ao entrar no memorial do navio USS Arizona, o casal jogou pétalas brancas e observou a saudação de dois marinheiros. Mais de 1,2 mil tripulantes do navio morreram no ataque surpresa de 7 de dezembro de 1941, realizado pelos japoneses, que marcou a entrada dos EUA na Segunda Guerra Mundial.

Prestes a embarcar rumo à Ásia, Donald Trump não fez qualquer comentário sobre a Coreia do Norte e suas ambições para solucionar o impasse nuclear. As discussões sobre uma resposta ao norte-coreano Kim Jong-un, no entanto, devem dominar o início da agenda presidencial. 

Trump deve reafirmar os compromissos de defesa dos EUA com Japão e Coreia do Sul e tentará convencer a China a aumentar a pressão para que Pyongyang abandone o seu programa nuclear. O presidente americano também tentará reivindicar liderança regional em temas econômicos, depois do abalo provocado por sua decisão de retirar os EUA da Parceria Transpacífica (TPP). O acordo comercial reuniria 40% do PIB mundial e não teria participação da China.

A viagem pelo continente asiático passará por Japão, Coreia do Sul, China, Vietnã e Filipinas. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.