Um presidente como meu pai

Filha de John F. Kennedy declara apoio a Barack Obama em artigo publicado no 'The New York Times'

Caroline Kennedy, The New York Times,

28 de janeiro de 2008 | 13h56

Nos últimos anos, fui profundamente movida pelas pessoas que me disseram que gostariam de se sentir inspirados e esperançosos por uma América como a que o meu pai foi presidente. Este senso é mais profundo hoje. Este é o motivo pelo qual eu apoio a candidato presidencial nas primárias democratas Barack Obama. Veja também:Irmão do ex-presidente Kennedy declara apoio a ObamaCobertura completa das eleições nos EUAEspecial eleições americanas Minhas razões são patrióticas, políticas e pessoais, e as três estão ligadas. Toda a minha vida, as pessoas me disseram que meu pai mudou suas vidas, que elas se envolveram em serviços públicos ou políticos porque ele pediu que elas o fizessem. Conheci jovens que nasceram bem depois que John F. Kennedy foi presidente, mas que me perguntavam sobre como manter vivos os seus ideais. Às vezes leva um tempo para reconhecer que alguém tem uma habilidade especial que nos leve a acreditar em nós mesmos, nas crenças por nossos mais altos ideais e imaginar que juntos podemos fazer grandes feitos. Nestes raros momentos, quando uma pessoa aparece, precisamos colocar de lado os nossos planos e estender a mão para o que acreditamos que seja possível. Nós temos esse tipo de oportunidade com o senador Obama. Não é que outros candidatos não sejam experientes ou instruídos. Porém, neste ano, isto pode não ser suficiente. Precisamos de mudança na liderança desse país - assim como foi feito em 1960. Muitos podem preferir basear a decisão do voto em diferenças políticas. Entretanto, os objetivos dos candidatos são similares. Todos têm planos detalhados que visam de fortalecer a classe média até investir na educação infantil. Por isso, qualidades de liderança, caráter e julgamento têm um papel muito maior do que normalmente. O senador Obama tem demonstrado estas qualidades durante mais de duas décadas em seus serviços públicos, não só ao Senado dos Estados Unidos, mas também em Illinois, onde ajudou a transformar e fortalecer comunidades, ensinou as leis constitucionais e foi eleito por oito anos para a Assembléia Legislativa. Obama mostra as mesmas qualidades hoje. Ele construiu um movimento que está mudando o comportamento dos políticos do país, e tem demonstrado um dom especial ao inspirar os jovens - que se engajaram no processo político. Passei os últimos cinco anos trabalhando para a cidade de Nova York em escolas públicas e tenho três filhos adolescentes. Está é uma geração que está chegando na idade da esperança, do trabalho duro, da inovação e da imaginação. Porém, muitos desses jovens estão perdidos, derrotados e desengajados. Como pais, temos a responsabilidade de ajudar nossas crianças, acreditar neles e em seu poder de mudar o futuro. O senador Obama está inspirando os meus filhos, pais dos meus netos, com senso de possibilidade. O senador Obama está promovendo uma campanha digna e honesta. Ele tem falado de forma convincente sobre o papel da fé em sua vida, e abriu uma janela para o seu caráter em seus dois livros. E quando ele faz um julgamento, Barack Obama convida para o assunto mais importante em nosso tempo, opondo-se ao conflito no Iraque desde o início. Quero um presidente que entenda que sua responsabilidade é articular a visão e encorajar os demais a alcançar o mesmo; que dê suporte a si mesmo e aos que estão a sua volta aos mais altos padrões éticos; que clame pela esperança dos que ainda acreditam no ideal americano; e que eleve os nossos espíritos, e nos faça acreditar novamente que nosso país precisa que cada um de nós esteja envolvido. Nunca tive um presidente que me inspirasse do modo como as pessoas falam que o meu pai as inspirou. Porém, pela primeira vez, acredito que encontrei um homem que pode ser esse presidente - não só para mim, mas para toda uma geração de americanos. Caroline Kennedy é autora de A Patriot’s Handbook: Songs, Poems, Stories and Speeches Celebrating the Land We Love.

Tudo o que sabemos sobre:
Caroline KennedyBarack Obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.