60% dos franceses consideram 1.º ano de Sarkozy um fracasso

Seis em cada dez franceses desaprovam governo do líder francês; 20% dizem que gestão foi 'um sucesso'

Efe,

20 de abril de 2008 | 20h14

Seis em cada dez franceses consideram que o primeiro ano da Presidência de Nicolas Sarkozy foi "um fracasso", diz uma pesquisa do instituto Viavoice que será publicada na segunda-feira no jornal Libération. Após liderar o primeiro turno das eleições Presidenciais de 22 de abril de 2007 diante da Ségolène Royal, Sarkozy foi eleito com mais de 53% dos votos em 6 de maio de 2007 e assumiu o cargo dez dias depois.   Veja também: Para franceses, Sarkozy provoca 'choque cultural'   Segundo a pesquisa, quase 60% dos entrevistados afirmam que o primeiro ano do presidente conservador foi "um fracasso", em comparação aos 20% que pensam que foi "um sucesso". Já 19% acreditam que não foi nem um fracasso nem um sucesso, e 2% não se pronunciaram.   Outra pesquisa, da Ifop e que foi publicada neste domingo, 20, pelo Journal du Dimanche, indica que para 79% dos pesquisados a ação de Sarkozy e de seu governo desde sua eleição "não permitiu" melhorar a situação da França e dos franceses.   A popularidade do presidente caiu um ponto percentual em abril, para 36%, nesta pesquisa, enquanto na da Viavoice está em 38% (2 pontos percentuais a menos).  

Tudo o que sabemos sobre:
Nicolas SarkozyFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.