Acidente de trens na Polônia deixa 14 mortos e mais de 60 feridos

Primeiro-ministro polonês, Donald Tusk, viajou para o local que é considerado como um dos mais graves naquele país nos últimos anos

Efe,

04 de março de 2012 | 01h18

BERLIM - A colisão frontal de dois trens no sul da Polônia ocorrida na noite de sábado, 3, causou por enquanto 14 mortos, informou esta madrugada (hora local) o ministro do Interior, Jacek Cichocki, à televisão pública polonesa.

O acidente aconteceu por volta das 21 horas (17h de Brasília) perto da cidade de Zawiercie no trajeto entre Varsóvia e Cracóvia. Nos dois comboios viajavam cerca de 350 passageiros.

O ministro confirmou que "até o momento" a catástrofe tinha causado a morte de 14 pessoas, enquanto outras 60 tinham ficado feridas.

As causas do acidente, no qual um dos trens transitava pelos trilhos errados e bateu de frente com o outro, são desconhecidos por enquanto.

O primeiro-ministro polonês, Donald Tusk, viajou para o local do acidente que é considerado como um dos mais graves na Polônia nos últimos anos.

Nas operações de resgate participam 450 bombeiros e mais de uma centena de policiais. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
acidentetrempolônia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.