Agente de artistas ligado a Berlusconi é preso na Itália

Lele Mora, conhecido agente de modelos e personalidades televisivas da Itália, foi preso na segunda-feira sob suspeita de falência fraudulenta, segundo a polícia.

REUTERS

20 de junho de 2011 | 17h09

Mora, que esteve envolvido nos escândalos sexuais protagonizados pelo primeiro-ministro Silvio Berlusconi, foi detido por ordem judicial. A mídia italiana divulgou trechos do mandado de prisão revelando que os juízes temiam que ele fugisse do país.

Mora foi acusado de ter forjado em junho a falência de sua agência. Ele também já é réu por lenocínio no processo em que Berlusconi é acusado de ter contratado prostitutas menores de idade.

Tanto Mora quanto Berlusconi negam as acusações nesse processo.

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIAEMPRESARIOBERLUSCONI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.