Francois Mori/AP Photo
Francois Mori/AP Photo

Alemanha detém suspeito de ligação com atentados de Paris em 2015

Homem bósnio era procurado pela polícia europeia por suposto envolvimento nos ataques, entre outros, à casa de espetáculos Bataclan

AFP, O Estado de S.Paulo

27 de junho de 2019 | 07h14

As autoridades da Alemanha anunciaram nesta quinta-feira, 27, a detenção de um bósnio procurado pela Bélgica por vínculos com os atentados de Paris de 2015. Os dois países preparam o seu processo de extradição.

"Havia uma ordem europeia emitida pelas autoridades belgas contra esta pessoa, suspeita de cumplicidade com organização terrorista relacionada com atentados, incluindo o da casa de espetáculos Bataclan, em 13 de novembro de 2015, em Paris", anunciaram a Polícia Federal e o Ministério Público de Dresden em um comunicado conjunto.

O homem de 39 anos, que não teve a identidade revelada pelas autoridades alemãs, foi detido na madrugada de 19 para 20 de junho com o objetivo de ser entregue à Bélgica.

Atentados de Paris e Bruxelas

Em 13 novembro 2015, três unidades integradas por nove extremistas do grupo Estado Islâmico (EI) mataram 130 pessoas e feriram mais de 350 em Paris e seus arredores. Os ataques aconteceram na casa de espetáculos Bataclan, em vários bares e restaurantes parisienses e perto do Stade de France, nos arredores da capital.

A investigação revelou a existência de uma célula jihadista com ramificações em toda Europa, essencialmente na Bélgica. Seus integrantes também atacaram o aeroporto e o metrô de Bruxelas em 22 de março de 2016, atentados que deixaram 32 mortos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.