Alemanha deve apoiar crescimento ou sair da zona do euro--Soros

A Alemanha deve sair da zona do euro se não estiver disposta a assumir um papel mais decisivo de liderança na ajuda aos países mais fracos da UE em escapar de uma espiral de endividamento crescente e declínio econômico, disse o veterano investidor George Soros, no sábado.

Reuters

09 de setembro de 2012 | 18h42

Soros disse que a Europa enfrentaria uma longa depressão e um fim amargo para o projeto de unificação europeia, se medidas não fossem tomadas a fim de ajudar os países membros da região sul a crescer e sair da crise da dívida ao assumir coletivamente parte das dívida e relaxar na insistente austeridade liderada pela Alemanha.

"A Alemanha deve conduzir o desenvolvimento de uma política de crescimento, uma política de união e partilha de encargos, aceitando o custo da liderança, ou deixar o grupo por meio de um acordo amigável", disse Soros em uma entrevista à Reuters em Viena.

(Reportagem de Georgina Prodhan)

Tudo o que sabemos sobre:
ALEMANHAUNIAOEUROPEIASOROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.