Alemanha deve enviar até 850 soldados ao Afeganistão

Decisão será anunciada na cúpula internacional para o país asiático em Londres nesta semana

Associated Press,

26 de janeiro de 2010 | 08h26

A Alemanha deverá enviar mais 500 militares para lutar contra a insurgência no Afeganistão, informou nesta terça-feira, 26, a chanceler alemã, Angela Merkel, após uma reunião com ministros. O governo anunciará a decisão durante na cúpula de Londres para o país asiático que ocorre nesta semana.

VEJA TAMBÉM:
30 anos de violência e caos no Afeganistão

 

 

O governo alemão enviará 500 soldados ao Afeganistão e também planeja manter uma "reserva flexível" de outros 350 militares para ajudar na segurança em épocas como a de eleições.

 

Atualmente, a Alemanha mantém quase 4,300 soldados no norte do Afeganistão. Segundo a decisão parlamentar vigente, o máximo de soldados alemães permitidos no país é de 4.500.

 

A chanceler anunciou que aumentará o número máximo de soldados permitidos envolvidos no treinamento das tropas afegãs e que não há previsão para a retirada dos militares do Afeganistão.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.