Alemanha prende 3 suspeitos de planejar ataques contra os EUA

A Alemanha prendeu três homens suspeitosde planejar "poderosos ataques a bomba" contra instalações dosEstados Unidos, informaram autoridades alemãs nestaquarta-feira, acrescentando que eles também são suspeitos depertencer a uma célula local do grupo militante JihadIslâmica. A procuradora federal Monika Harms disse em uma coletiva deimprensa que os homens -- dois alemães e um turco -- tinhammaterial suficiente para fazer uma bomba com grande poder dedestruição. Segundo ela, um ataque era iminente. "Graças à cooperação das polícias local e federal durantevários meses, nós conseguimos descobrir e observar oplanejamento e a preparação e, no final, evitar os poderososataques a bomba", disse Harms em uma coletiva. Harms disse que não poderia confirmar relatos de que osacusados tinham como objetivo atacar o aeroporto de Frankfurt ea base militar dos EUA em Ramstein, mas disse que eles estavamobservando instalações dos EUA como discotecas, bares eaeroportos. As prisões aconteceram um dia depois de a políciadinamarquesa prender oito jovens muçulmanos que supostamenteplanejavam um ataque a bomba e que teriam ligações com a AlQaeda. A operação na Alemanha ocorre a menos de uma semana dosexto aniversário dos ataques às Torres Gêmeas em Nova York em11 de setembro. Autoridades alemãs não afirmaram se há uma ligação entre ospresos e o suposto plano na Dinamarca. O chefe da Polícia Federal, Joerg Ziercke, disse que oshomens foram presos na tarde de terça-feira em uma casa alugadana região de Sauerland, no oeste da Alemanha. Entre fevereiro e agosto de 2007, os homens acusadosadquiriram 12 barris de uma solução de peróxido de hidrogênioutilizada para a fabricação de bombas. A Alemanha, que tem soldados no Afeganistão, está em umalto nível de alerta para ataques. O país teme umreaparecimento de grupos militantes islâmicos desde 2001,quando a cidade de Hamburgo foi usada como base para oplanejamento dos ataques de 11 de setembro. No ano passado, dois homens de origem libanesa tentaramdetonar bombas em dois trens na Alemanha, de acordo comautoridades do país. Promotores disseram que as bombas falharampor causa de um erro técnico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.