Reuters
Reuters

Apoio a Berlusconi é o mais baixo desde sua eleição

Premiê conta com apenas 45% de apoio; popularidade também está abaixo dos 50%

Reuters,

15 de outubro de 2009 | 12h19

O apoio ao primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, registrou seu menor nível desde que foi eleito no ano passado, aponta uma pesquisa da IPR divulgada nesta quinta-feira, 15, por meio do site do jornal La Repubblica.

 

O levantamento mostra que o apoio ao líder conservador está em 45%, muito abaixo dos 62% registrados há um ano. Em setembro deste ano, o apoio a Berlusconi estava em 47%. A pesquisa foi realizada alguns dias após a Corte Constitucional da Itália revogar a lei que garantia imunidade penal ao premiê, fazendo com que os processos abertos contra ele fossem retomados.

 

Segundo o La Repubblica, que atualmente enfrenta um processo aberto pelo premiê pela cobertura dos escândalos em torno de sua vida pessoal, a reação de Berlusconi em relação à decisão da corte afetou sua o índice negativamente. O apoio ao seu governo conservador também caiu, de 44% para 42%.

 

Uma outra pesquisa, divulgada pelo Corriere della Sera no fim de semana, apontou que a popularidade do premiê está abaixo dos 50% e a grande causa disso são os escândalos envolvendo festas com prostitutas nas mansões do chefe de governo.

 

O levantamento mostra que 72% dos italianos discordavam da lei de imunidade, que Berlusconi aprovou após assumir o cargo de primeiro-ministro no ano passado. Desde então, a popularidade do atual premiê esteve maior que a de muitos outros de seus antecessores.

 

Nesta semana, Berlusconi disse que suas próprias pesquisas indicavam um índice de aprovação de 68%. Ele se julga o "melhor primeiro-ministro que a Itália já teve" e diz que quem está contra ele está tentando "subverter a vontade das pessoas".

Tudo o que sabemos sobre:
Berlusconiapoio. Itáliapesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.