Atirador de Toulouse mandou vídeo à Al Jazeera, diz polícia

Um vídeo feito por Mohamed Merah durante os assassinatos cometidos por ele neste mês na França foi enviado à sucursal parisiense da TV Al Jazeera, disse uma fonte policial na segunda-feira.

REUTERS

26 Março 2012 | 20h25

A Al Jazeera recebeu um pen-drive contendo imagens acompanhadas por hinos de guerra islâmicos, e entregou o pacote na segunda-feira à policia, informou à Reuters uma fonte próxima à investigação.

Um funcionário da Al Jazeera ouvido pela Reuters confirmou o relato.

O pacote era datado de quarta-feira, 21 de março, o dia em que a polícia cercou Merah no seu apartamento em Toulouse, após uma intensa caçada, de acordo com reportagem do jornal Le Parisien.

Merah, cidadão francês de ascendência argelina, seria morto no dia seguinte por policiais. Durante o cerco, ele admitiu que matou três soldados franceses em dois atentados, e três crianças judias e um rabino durante um ataque a uma escola. Ele afirmou que se inspirou na Al Qaeda.

O promotor encarregado do caso já havia dito que Merah havia filmado os três atentados, cometidos num período de dez dias.

Segundo o Le Parisien, os investigadores agora estão tentando descobrir se o vídeo foi remetido na noite de terça-feira pelo próprio Merah, ou na manhã de quarta por um cúmplice.

(Reportagem de Gerard Bon)

Mais conteúdo sobre:
FRANCATOULOUSEVIDEO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.