Atirador teria anunciado em vídeo que faria 'seleção natural'

Comentários no YouTube revelam jovem ávido por eliminar pessoas que considerava 'desgraças da raça humana'

André Mascarenhas,

07 de novembro de 2007 | 14h58

Um usuário do site YouTube identificado como o atirador finlandês que matou ao menos oito pessoas em uma escola próxima à capital Helsinque nesta quarta-feira, 7, era um admirador de assassinos em massa e dizia-se seguidor de teorias racistas, entre elas o darwinismo social. O rapaz, de 18 anos, foi identificado pelo nome Pekka-Eric Auvinen. À noite, o atirador morreu, devido a ferimentos no tiroteio com policiais.   Veja Também Atirador mata ao menos oito em escola Vídeo do suposto atirador  Veja as imagens  É o que se pode concluir de vídeos publicados pelo suposto assassino com as alcunhas Sturmgeist89 e NaturalSelector89 no site de compartilhamento de vídeos. Segundo a agência Reuters, um dos posts antecipava os acontecimentos desta quarta. Sob o título "Massacre na Escola de Jokela - 07/11/2007", o vídeo trazia mensagens do atirador, que assumiu como objetivo eliminar "todos" os que "considerava uma falha da seleção natural".   Entre os posts publicados sob os apelidos é possível encontrar homenagens aos atiradores responsáveis pelo massacre de Columbine, ao terrorista americano Unabomber e ao vilão Max Zorin, da série 007. A história do personagem - que enfrenta James Bond no filme Na mira dos assassinos - faz referências a supostos experimentos nazistas para criar uma espécie de "super-homem".   Horas após o tiroteio, as contas e vídeos atribuídos ao assassino foram retirados do YouTube.   Ainda assim, por meio de uma pesquisa no site de vídeos do Google, é possível encontrar uma gravação atribuída ao suposto assassino que teria sido postada por outro usuário. Nas imagens, um homem em uma espécie de bosque atira com um pistola em frutas que parecem ser laranjas.   O que leva a acreditar tratar-se do mesmo atirador desta quarta-feira é a semelhança física entre a pessoa do vídeo e imagens do assassino divulgadas por agências de notícias. O post publicado pelo usuário RateOnSuperElu leva o nome de Tiroteio na Escola de Ensino Médio de Jokela, e tem como descrição as palavras "Esse é o cara. Ele está testando sua arma".   No YouTube, uma pesquisa pela alcunha NaturalSelector89 (algo como selecionador natural) revela ainda diálogos do suposto assassino com outros usuários do site. Num dos comentários, ele afirma que Hitler e Stalin não foram assassinos em massa, pois, na sua concepção, teriam usado outras pessoas para praticar homicídios.   A agência Reuters identifica ainda um manifesto justificando a ação postado pelo usuário Sturmgeist89.   "Estou preparado para lutar e morrer por minha causa", diz o comentário. "Eu, como um selecionador natural, irei eliminar todos os que vejo como incapazes, desgraças da raça humana e falhas da seleção natural", continua o atirador, que pretendia aplicar a teoria de seleção natural de Darwin ao desenvolvimento da espécie humana.

Tudo o que sabemos sobre:
tiroteio na Finlândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.