Autor das charges de Maomé lança livro com novas caricaturas

Ameaçado de morte, Kurt Westergaard desenhou 26 charges 'tão desrespeitosas e satíricas como sempre'

Efe,

10 de novembro de 2008 | 18h33

O caricaturista Kurt Westergaard, autor de uma das famosas charges de Maomé no jornal dinamarquês Jyllands-Posten, que causou irritação à comunidade muçulmana, ilustrou um novo livro de sátiras que inclui vinhetas de políticos e mulás, e que será publicado em 1º de dezembro.  Westergaard, ameaçado de morte, desenhou 26 charges "tão desrespeitosas e satíricas como sempre", disse nesta segunda-feira, 10, Lars Hedegaard, presidente da Associação de Liberdade de Imprensa da Dinamarca. "Se alguém tinha achado que a 'crise das caricaturas' e os planos de assassinato tinham conseguido deter sua pluma, este livro prova o contrário", afirmou Hedegaard, autor da obra, intitulada "Groft Sagt". O caricaturista, de 73 anos, e a esposa já mudaram várias vezes de residência nos últimos meses por causa das ameaças recebidas.

Tudo o que sabemos sobre:
charge de MaoméKurt Westergaard

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.