Autoridade alemã alerta sobre imitadores de assassino norueguês

O recente ataque em massa na Noruega pode facilmente servir como exemplo a outros militantes anti-muçulmanos, alertou uma das principais autoridades de segurança da Alemanha em entrevista a uma revista neste domingo.

REUTERS

31 de julho de 2011 | 10h53

Anders Behring Breivik matou 77 pessoas em ataques à bomba e a tiros na Noruega no dia 22 de julho, e deixou instruções detalhadas na Internet sobre como ele havia planejado a matança sem atrair muita atenção policial.

"Isso pode servir como modelo para imitadores", afirmou Alexander Eisvogel, vice-presidente da agência alemã anti-terrorismo, a Agência Federal para a Proteção da Constituição, à revista Der Spiegel.

"Do ponto de vista de um terrorista, ele considerou meticulosa e cuidadosamente como evitar chamar a atenção de serviços de segurança. Isso...é uma grande preocupação para nós no momento", afirmou Eisvogel.

Separadamente, o líder do principal partido de oposição alemão, o social-democrata Sigmar Gabriel, exortou os serviços de segurança da Alemanha e os provedores de Internet a adotar medidas mais duras contra extremistas de direita na web.

"Se alguém dissesse nas ruas da Alemanha...que gostaria de perseguir outras pessoas ou mesmo cometer ataques, o público o denunciaria à polícia", afirmou Gabriel à rádio Deutschlandfunk.

"Na Internet, é incrivelmente diferente. Lá, insultos e mesmo chamados a matanças em massa são tratados como um excêntrico subproduto da liberdade."

(Reportagem de David Milliken)

Tudo o que sabemos sobre:
ALEMANHANORUEGARISCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.