Autoridades removem 125 pessoas na Espanha por incêndios

Após fogo na Grécia, população espanhola sofre com incêndios florestais espalhados por fortes ventos

REUTERS

30 de agosto de 2007 | 11h23

Serviços de emergência retiraram 125 pessoas de suas casas no leste da Espanha nesta quinta-feira, 30, à medida que os incêndios florestais se espalham alimentados pelos fortes ventos do verão.As chamas começaram na província de Castellon, norte de Valência, na terça-feira, e até agora já tomaram pelo menos 3 mil hectares, informou a ministra do Meio Ambiente, Cristina Narbona."Nós estamos à mercê do vento", disse um porta-voz dos serviços de emergência. Uma investigação preliminar da polícia descobriu que o fogo começou provavelmente por acidente, provocado por alguém que trabalhava com cabos de eletricidade na área.Incêndios destruíram 35 mil hectares nas Ilhas Canárias no começo deste verão e o fogo na Grécia já matou 63 pessoas.Narbona disse que um maior cuidado público e o tempo mais quente e abafado que nos últimos anos têm provocado menos incêndios neste verão no país.

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHAESVAZIARFOGO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.