Avião cai na Rússia e mata 88 passageiros

Aeronave saiu de Moscou e perdeu o contato com a torre de controle

da Redação, com agências internacionais

13 de setembro de 2008 | 22h21

Um Boeing-747 com pelo menos 82 passageiros e seis tripulantes a bordo caiu próxima a cidade russa de Perm, na região da Sibéria, matando todos a bordo, segundo informações oficiais divulgadas neste sábado, 13. A aeronave era operada por uma divisão da companhia Aeroflot.   A aeronave viajava de Moscou para Perm e caiu por volta das 3h40 do horário local (20h40 no Brasil) deste domingo, segundo a porta-voz do Ministério das Situações Emergenciais Irina Andrianova.   De acordo com Irina, o avião foi encontrado em uma região deserta. Segundo autoridades oficiais, todos os passageiros, entre os quais sete crianças, morreram na queda.   Irina afirmou que não houve danos ou mortes em terra e que as autoridades trabalham para descobrir as causas do acidente. Não há indicações de um ataque terrorista, disse.   O avião saiu de Moscou e perdeu o contato com a torre de controle quando começou a diminuir a altitude para aterrissar em Perm, a 1.800 metros de altura, de acordo com a agência Interfax.   A Rússia e outros países da antiga União Soviética possuem os piores registros de tráfego aéreo do mundo, segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo.   Especialistas apontaram o fraco controle governamental, o treinamento fraco de pilotos e uma mentalidade de corte de custos entre as razões que afetam a segurança de vôo.

Tudo o que sabemos sobre:
rússiaaviãoacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.