Avião cai no centro da Turquia e mata seus 57 ocupantes

Acidente acontece pouco antes do pouso; companhia afirma que aeronave não tinha problemas

BBC Brasil,

30 de novembro de 2007 | 03h45

Um avião com 57 passageiros e tripulantes caiu na região sudoeste da Turquia nesta sexta-feira, 30, matando todos a bordo, segundo a companhia aérea AtlasJet, proprietária da aeronave.   O McDonnell Douglas-83 tranportava 50 passageiros e sete tripulantes. Primeiramente, foi anunciada a morte de 56 pesssoas, mas o número subiu após o corpo de um bebê ser encontrado nos destroços da aeronave. O avião foi encontrado por helicópteros da polícia na província de Isparta. Segundo o presidente da AtlasJet, Tuncay Doganer, não há sobreviventes.   Segundo a companhia aérea, a aeronave partiu de Istambul e desapareceu dos radares na madrugada desta sexta-feira (noite de quinta-feira em Brasília), no momento em que se preparava para aterrissar no aeroporto de Isparta.   Uma autoridade local disse que o piloto havia pedido autorização para pousar pouco antes de perder o contato com a torre do aeroporto.   Os destroços do avião foram encontrados perto da cidade de Keciborlu, na região montanhosa da província de Isparta, a cerca de 12 km do aeroporto. Um repórter local descreveu a cena, afirmando que as bagagens e os destroços estavam espalhados por uma grande área, que foi isolada pela polícia.   Segundo Doganer, ainda não se sabe qual a causa do acidente. "Não havia chuva, neve ou tempestade no destino do avião. Não havia problemas técnicos com o avião. O piloto estava se comunicando com a torre até a hora em que o avião desapareceu", disse ele. Segundo a CNN turca, a caixa preta do equipamento foi encontrada.   A rede estatal de TV da Turquia estava transmitindo os nomes das vítimas. Parentes das vítimas começaram a chegar aos aeroportos de Istambul e Isparta, na manhã de sexta-feira, aguardando notícias. Outros seguiram para o local do acidente, segundo informou a mídia local.   A AtlasJet é uma companhia aérea especializada em vôos com passagens baratas. A empresa pertence a duas operadoras de turismo turcas, a Etstur e a Oger Tours.     Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
Turquiaacidente aéreo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.