Barcelona enfrenta 2º dia sem energia elétrica

Rompimento de um cabo na segunda provocou uma reação em cadeia e incêndios

Jason Webb, REUTERS

24 Julho 2007 | 08h17

Cerca de 80 mil domicílios de Barcelona, a segunda maior cidade da Espanha, estão sob risco de passar um segundo dia sem eletricidade nesta terça-feira, enquanto empresas de energia tentam consertar os danos do rompimento de um cabo, que provocou uma reação em cadeia e incêndios. A geradora Endesa e a distribuidora Red Electrica disseram que não sabem quando o serviço estará totalmente restaurado. Na segunda-feira, um enorme blecaute cortou a energia de 300 mil lares. Durante a madrugada, a eletricidade voltou para 30 mil casas, informou um porta-voz da Endesa, acrescentando que a companhia enviou 50 geradores para hospitais e outros usuários-chave. O prefeito da cidade, Jordi Hereu, conversou com os presidentes da Endesa e da Red Eletrica e pediu uma solução rápida. "Não podemos permitir que um problema na rede elétrica afete o funcionamento da cidade. Exigimos que isso seja resolvido o mais rápido possível", disse Hereu. A polícia patrulhou as ruas escuras durante a noite para garantir que criminosos não aproveitassem a falta de iluminação. O caos tomou conta do trânsito devido à falta de faróis. Muitos restaurantes da cidade conhecida por sua vida noturna também ficaram fechados na segunda-feira. A Endesa disse que o blecaute começou com um cabo rompido em uma instalação administrada pela Red Electrica. (Com reportagem de Blanca Rodriguez)

Mais conteúdo sobre:
mundo Espanha Barcelona blackout

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.