Barco de patrulha francês resgata 297 imigrantes ilegais na costa da Itália

PARIS - Um navio de patrulha da Marinha francesa resgatou 297 imigrantes de um barco de pesca no sul do Mar Mediterrâneo nesta quarta-feira, disse a polícia francesa. Mais de 50 mil imigrantes já entraram na Europa por mar este ano.

O Estado de S. Paulo

20 de maio de 2015 | 17h16

A tripulação do navio Comandante Birot deu alimentos e água ao grupo, que incluía 51 mulheres e crianças. Dezesseis pessoas receberam tratamento médico, disse o comunicado da polícia. A embarcação de 20 metros foi descoberta a cerca de 300 quilômetros da costa da Itália por um avião de reconhecimento italiano.

Os imigrantes, cujas nacionalidades não foram reveladas, tinham como destino a Itália. Cerca de 30.500 dos imigrantes da África ou do Oriente Médio que cruzaram o Mediterrâneo para a Europa neste ano desembarcaram na Itália e cerca de 1.800 morreram afogados na tentativa, segundo a agência de refugiados das Nações Unidas (Acnur).

As mortes, incluindo o afogamento de até 900 pessoas num único barco no mês passado, levaram os governos europeus a ampliar suas operações de resgate.

No entanto, um plano da Comissão Europeia para compartilhar a questão dos pedidos de asilo, que superaram 600 mil no ano passado, entre os Estados membros da União Europeia já provocou objeções dos que são contra a imigração. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCAIMIGRANTESITÁLIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.