Bento XVI almoça com 350 imigrantes e sem-teto no Vaticano

Grupo é assistido pelas Missionárias da Caridade, congregação fundada por Madre Teresa

Efe,

26 de dezembro de 2010 | 14h56

CIDADE DO VATICANO- O papa Bento XVI almoçou neste domingo, 26, com 350 pobres no Vaticano, entre imigrantes e sem teto que são assistidos pelas Missionárias da Caridade, congregação fundada pela beata Madre Teresa de Calcutá.

 

"Queridos amigos, o papa os ama, tem vocês no coração e os une a todos em um abraço paterno e reza por vocÊs", disse Bento XVI no discurso pronunciado durante a refeição, informou o Vaticano.

 

O pontífice comeu em uma mesa com 14 pessoas, tendo a um lado um homem suíço e uma mulher italiana, no mesmo local onde geralmente almoça com cardeais e prelados em momentos importantes.

 

Foram colocadas quatro grandes filas de mesas e Bento XVI ocupou uma central junto aos superiores do ramo feminino e masculino da ordem da Madre Teresa da Calcutá, assim como outros religiosos.

 

O papa elogiou a figura de Madre Teresa (1910-1997), beatificada por João Paulo II em 2003, que "viveu de maneira humilde por amor a Deus", e recordou que ela mesma afirmava que seu "maior prêmio era amar Jesus e servi-lo através dos pobres".

 

Bento XVI tem agendada para 5 de janeiro uma visita às crianças doentes do hospital Policlínico Gemelli de Roma.

Tudo o que sabemos sobre:
Bento XVIpapaVaticanomadre teresa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.