Berlim recebe Príncipe das Astúrias da Concórdia

Capital alemã recebeu o prêmio por ocasião do 20º aniversário da queda do muro

10 de setembro de 2009 | 10h39

A cidade de Berlim recebeu nesta quinta-feira, 10, o prêmio Príncipe de Astúrias da Concórdia em reconhecimento a uma capital que, após a queda do muro que a dividia entre capitalista e socialista, abriga "uma sociedade aberta, acolhedora e criativa, um emaranhado de concórdia no coração da Alemanha e da Europa".

 

A capital alemã foi premiada por completar o 20º aniversário da queda do Muro de Berlim, em 9 de novembro de 1989, segundo os jurados anunciaram.

 

Berlim, a principal favorita ao prêmio, venceu candidatos como a Organização Internacional do Trabalho, do espanhol jesuíta Enrique Figaredo, e do jornalista irano-canadense Maziar Bahari.

 

O júri decidiu conceder o prêmio na comemoração da queda do principal símbolo da bipolaridade mundial, que recorda "tanto aqueles que, mesmo com a perda de sua vida ou de sua liberdade, lutaram de forma direta para superá-lo, como os milhões de cidadãos que após a queda foram capazes de construir, sobre as cicatrizes da divisão, uma sociedade aberta".

 

A candidatura da capital alemã contou com o apoio do heptacampeão de Fórmula 1, Michael Schumacher, do escritor italiano Claudio Magris e do filósofo alemão Jurgen Habermas.

 

O Príncipe de Astúrias da Concórdia é o oitavo e último prêmio concedidos. A categoria anuncia seu vencedor após as premiações de Arte, de Cooperação Internacional, de Ciências Sociais, de Comunicação e Humanidades, de Investigação científica e Técnica, de Letras e de Esportes.

 

O prêmio da Concórdia foi concedido no ano passado à política colombiana Ingrid Betancourt, que permaneceu seis anos sequestrada pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

 

É tradição que os prêmios sejam entregues em outubro, em cerimônia realizada em Oviedo e presidida pelo príncipe Felipe, herdeiro da Coroa espanhola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.