Berlusconi aceita pedido de Obama por apoio no Afeganistão

Italiano elogiou presidente dos EUA por seu 'papel de liderança que desempenha frente à questão afegã'

Efe,

25 Novembro 2009 | 16h29

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, "recebeu positivamente" nesta quarta-feira, 25, o pedido do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de um maior apoio no compromisso da comunidade internacional com o Afeganistão.

 

Assim informou o Governo da Itália em comunicado divulgado após uma conversa por telefone mantida hoje entre Obama e Berlusconi, na qual a situação do Afeganistão foi destaque. "O presidente Obama elogiou o papel de liderança desempenhado por Berlusconi sobre a questão afegã e sobre vários outros cenários de crise, pedindo o apoio da Itália no reforço do compromisso da comunidade internacional no Afeganistão", explica a nota.

 

O texto diz ainda que o premiê "recebeu positivamente esta solicitação e que ambos decidiram que se aprofundarão nela detalhadamente" no próximo encontro entre o chanceler italiano, Franco Frattini, e a secretária de Estado americana, Hillary Clinton.

 

Segundo o governo italiano, Obama explicou a Berlusconi os pontos destacados da "revisão estratégica" que os EUA se dispõem a desenvolver sobre o futuro de sua presença no Afeganistão.

Mais conteúdo sobre:
Berlusconi Afeganistão Obama EUA Itália

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.