Berlusconi acusa imprensa de danificar sua imagem e a da Itália

Primeiro-ministro afirma que 'espírito anti-italiano' da mídia estrangeira prejudica as exportações do país

Efe,

11 de outubro de 2009 | 14h47

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, voltou a atacar a imprensa estrangeira neste domingo, 11, a qual acusou de assumir um "espírito anti-italiano" que pode afetar as exportações do país.

 

"Existe um espírito anti-italiano. Alguns jornais estrangeiros, adestrados por parte da imprensa italiana, só fazem acusações ridículas que danificam a Itália, afetando não só o presidente do Conselho de Ministros, mas nossa democracia e nosso país", disse Berlusconi, em um comício na cidade de Benevento, no sul do país.

 

Segundo o primeiro-ministro, essas críticas também danificam a economia italiana, em especial as exportações.

 

Berlusconi acrescentou que os jornais estrangeiros deveriam ter uma imagem da Itália "bela, forte e pura" e não contaminada pelo que diz a imprensa italiana atualmente.

 

As palavras do premiê foram amparadas com fortes aplausos por militantes do partido Povo da Liberdade (PDL), que gritavam "Silvio, santo já".

Tudo o que sabemos sobre:
berlusconiItáliaimprensa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.