Berlusconi anuncia medidas para crise do lixo em Nápoles

Premiê italiano criará novos lixões guardados por militares para controlar o problema da cidade

Agência Estado e Associated Press,

21 de maio de 2008 | 17h39

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, apontou Guido Bertolaso como o encarregado de controlar o problema do lixo em Nápoles. Berlusconi também anunciou a criação de novos lixões, que serão guardados por militares, como parte do esforço para controlar o problema na cidade.   Veja também: Limpeza para Berlusconi não soluciona crise do lixo em Nápoles Governo italiano transforma a imigração ilegal em crime   As medidas foram anunciadas nesta quarta-feira, 21. Antes, o primeiro-ministro realizou uma reunião do gabinete para tratar do tema. Trata-se da primeira iniciativa importante de Berlusconi desde que assumiu o cargo, no mês passado.   Bertolaso é chefe do Departamento de Defesa Civil. Experiente, ele já foi chamado para ajudar em diversas emergências e grandes eventos nas últimas duas décadas.   O lixo se acumula na cidade do sul da Itália há meses. O problema começou quando os lixeiros pararam de recolher o material, pois os lixões estavam cheios.

Tudo o que sabemos sobre:
BerlusconiItália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.