Berlusconi cobra de presidente italiano eleições imediatas

Líder da oposição tenta voltar ao poder; chefe de governo prefere formação de governo interino no país

REUTERS

29 de janeiro de 2008 | 12h48

O líder da oposição italiana Silvio Berlusconi pediu eleições imediatas durante uma reunião com o presidente do país nesta terça-feira, 29, em uma tentativa de voltar ao poder após o colapso da aliança governista de centro-esquerda, na semana passada. Por seu lado, a centro-esquerda - incluindo o próprio presidente Giorgio Napolitano - é a favor de que um governo interino reforme as leis eleitorais antes de a Itália ir às urnas novamente. Ainda não se sabe quando acabará o impasse. "Como você pode pensar em fazer esperar um país que precisa de um governo de verdade urgentemente, enquanto nós olhamos para algo que não tem nem a mais remota chance de encontrar uma plataforma comum hoje?", disse Berlusconi a jornalistas após a reunião. Depois de uma reunião nesta tarde, Napolitano poderá pedir a algum político, como o presidente do Senado, Franco Marini, para tentar formar um governo interino ou dizer que precisa de mais tempo.

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIABERLUSCONIELEICAO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.