Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Bersani diz que renunciará após eleição de presidente da Itália, diz agência

O líder da centro-esquerda italiana Pier Luigi Bersani disse ao seu Partido Democrático (PD) nesta sexta-feira que renunciará assim que um novo presidente da República for eleito, afirmou uma agência de notícias italiana.

Reuters

19 de abril de 2013 | 17h58

Mais cedo nesta sexta-feira, dezenas de parlamentares rebeldes do partido desobedeceram suas instruções para eleger o ex-primeiro-ministro Romano Prodi como o próximo presidente da República, além de rejeitarem um candidato diferente proposto por Bersani na quinta-feira.

"Um em cada quatro de nós foi um traidor, para mim isso é inaceitável", disse Bersani, de acordo com a agência AGI, na reunião com parlamentares do PD.

As eleições gerais de fevereiro deram o controle da Câmara à centro-esquerda, mas não o do Senado, onde só uma aliança com a centro-direita de Silvio Berlusconi ou com o Movimento 5-Estrelas de Beppe Grillo permitiria a formação de um governo.

(Reportagem de Gavin Jones)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIAPOLITICABERSANI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.