Bomba explode em praia da Espanha; governo culpa o ETA

Uma bomba de pequeno impacto explodiu namadrugada de terça-feira na Costa do Sol da Espanha, sem deixarferidos nem danos. O governo colocou a culpa no gruposeparatista basco ETA, no que seria o quinto ataque do tipo emresorts de férias em 10 dias. A bomba explodiu pouco depois da meia-noite em uma praia deTorremolinos, um destino turístico popular para estrangeiros naEspanha, que é o segundo país mais visitado do mundo porturistas. A polícia encontrou uma sacola com uma arma e material paraproduzir uma bomba. A explosão, perto da orla na zona turísticade Carihuela, no sul do país, ocorreu sem nenhum alerta prévio. "Foi uma bomba pequena, menos de um quilo... e foi umabomba do ETA", disse o ministro do Interior espanhol, AlfredoPerez Rubalbaca, em entrevista coletiva. O grupo nãoreivindicou a autoria da explosão. O ataque aconteceu após outras quatro pequenas explosõesnos resorts de Laredo e Noja, na costa norte da Espanha, em 20de julho. As autoridades também colocaram a culpa no ETA. Investigações resultaram na detenção, na semana passada, devários membros do ETA. A polícia descobriu que o gruposeparatista pretendia realizar uma série de atentados na regiãode Andaluzia, no sul do país. (Por Raquel Castillo)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.