Bombas atingem escritório de finanças na Itália

Duas bombas foram jogadas nos escritórios da agência estatal italiana de execução fiscal Equitalia na cidade de Livorno na manhã deste sábado, disse a polícia. É o último de uma série de ataques em um dos símbolos de austeridade na Itália em crise.

REUTERS

12 Maio 2012 | 09h15

Bombeiros foram chamados depois que uma das bombas de gasolina caiu nos degraus do prédio da Equitalia, disse a polícia à Reuters. Ninguém ficou ferido.

A indignação pública contra a Equitalia tem aumentado depois de uma onda de suicídios amplamente divulgados por pequenos empresários italianos, após Mario Monti ter aumentado impostos, juntamente com a idade de aposentadoria para enfrentar o problema da dívida pública do país.

Na semana passada, um empresário de 54 anos invadiu um escritório da Equitalia fez um oficial refém por várias horas até ser rendido pela polícia.

Reportagem de Lisa Jucca

(Reportagem de Danielle Fonseca; Edição de)

Mais conteúdo sobre:
ITALIA BOMBAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.