Brasileiro e espanhol morrem em queda de avião na Espanha

Pequena aeronave levava 9 pára-quedistas de várias nacionalidades, que conseguiram saltar antes do acidente

Efe,

30 de maio de 2008 | 15h48

Um pára-quedista brasileiro e um piloto espanhol morreram nesta sexta-feira, 30, quando o avião no qual estavam caiu nas imediações do aeroporto da localidade de Lillo, no centro de Toledo, na Espanha, por razões ainda desconhecidas. Fontes da companhia Air Compluto, que organizou o vôo, confirmaram para a Agência Efe as duas mortes. No pequeno avião, um Pilatus PC-6, viajavam outros nove pára-quedistas de várias nacionalidades que conseguiram saltar antes que a aeronave caísse, segundo as mesmas fontes, que precisaram que nem o piloto nem o brasileiro conseguiram sair do avião. Duas pessoas ficaram gravemente feridas e foram levadas ao Hospital Virgen de la Salud de Toledo e outros quatro se feriram levemente, e estão sendo atendidas no Hospital La Mancha Centro. Os outros três pára-quedistas não tiveram ferimentos. As fontes da empresa disseram que, por enquanto, se desconhece a causa do acidente e lembraram que a aeronave tinha sido usada hoje para seis saltos. Na quinta-feira, acrescentaram, o avião havia sobrevoado Madri para participar de um anúncio publicitário ao vivo para um canal de televisão britânico.

Tudo o que sabemos sobre:
queda de aviãoEspanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.